Google contra-ataca grupos terroristas com seu algoritmo de buscas.

O Facebook e o Twitter bloqueiam as contas de pessoas simpáticas às causas terroristas, que divulgam propaganda ou ações para recrutar novos seguidores, mas essa prática tem se mostrado ineficiente. A cada conta bloqueada, surgem outras tantas novas.

Já o Google apresenta nos resultados de busca links para conteúdos de quem já esteve do outro lado, contando suas experiências e assim desencorajando novos possíveis recrutas.

O projeto piloto parece estar dando certo! Mais de 300 mil pessoas passaram 4x mais tempo nas páginas apresentadas pelo Google do que nas páginas dos terroristas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *